segunda-feira, junho 19, 2006

"Estamos tão ligados, já não temos o que temer"

"Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
E nos teus braços que ele vai saber
Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez
O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei prá ti
Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso
Vale mais o coração
Já que não me entendes, não me julgues
Não me tentes
O que sabes fazer agora
Veio tudo de nossas horas
Eu não minto, eu não sou assim
Ninguém sabia e ninguém viu
Que eu estava a teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser
Sou Deus, tua deusa, meu amor
Alguma coisa aconteceu
Do ventre nasce um novo coração
Não penso em me vingar
Não sou assim
A tua insegurança era por mim
Não basta o compromisso
Vale mais o coração
Ninguém sabia, ninguém viu
Que eu estava ao teu lado então
Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher
Sou minha mãe e minha filha,
Minha irmã, minha menina
Mas sou minha, só minha e não de quem quiser
Sou Deus, tua deusa, meu amor
O que fazes por sonhar
É o mundo que virá prá ti e prá mim
Vamos descobrir o mundo juntos baby
Quero aprender com o teu pequeno grande coração
Meu amor..."

-------------------------------------------------------

"Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Ah, se ao te conhecer
Dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
Se nós nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
Como, se na desordem do armário embutido
Teu paletó enlaça o meu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Meus seios inda estão nas tuas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir."

segunda-feira, junho 05, 2006

"Toda vez que falta luz o invisível no salta aos olhos"

Não dá pra ser eu só por dentro
E fingir que não vem nada de fora
Nem pra fingir que sou o centro
do meu próprio mundo agora
Meu mundo de dentro
não pode sair
Meu mundo de dentro
não quer ver o mundo
não quer ver a vida passar
Meu mundo se tranca
Ele se prende
Toda vez que ele me prende
Só ele sabe o que meu corpo sente
Mas meu mundo não é só meu corpo
Minha alma não ´tá no rosto
exposta a todo olho
Mesmo assim não nego
Algumas vezes, olho no olho
não tem como mentir
E nem quero
Um dia eu aprendi o que quero
Quero ser feliz!

17 anos, aí vou eu!

A partir de agora nada começa com pontos. Eis que uma menina – já não tão menina assim – acorda certo dia e BAM!, há uma mancha vermelha no seu rosto. Sem maiores dramas, sem maiores novidades, simplesmente mais um aniversário. Um ano a mais para ver quando se olha para trás. Menos tempo de vida também, só que sem motivo para depressão por isso. Acima de tudo um dia de sentir-se gostado. Não necessariamente. Parando para pensar... De porta trancada, com som bem alto, aquela tal essência que costuma se esconder da vida social pode aflorar livremente. Isso! Dia de saber um pouco melhor quem se é, o que se quer fazer e o que se quer ser. Se possível, ser a gente mesmo por mais que isso possa parecer grotesco em alguns espelhos.
E que nunca mesmo alguém ouse me dizer que os pedidos de quando se sopra a vela e corta o bolo são bobagens. Pois eu afirmo com toda certeza que se pode ter: eles se realizam! Realizar. Buscar coisas/pessoas que nos façam bem e seguir todas as vontades por apenas um dia. Apenas um dia normal. E o dia passa rápido. São só vinte e quatro horas como todas as outras que temos todos os dias quando acordamos.
A diferença está no fato de que alguém um dia nos disse que esse dia era especial. Todos acreditaram sabe deus porquê. Talvez porque dá muito trabalho viver como se quer ser todos os dias. Só que a vida passa muito rápido...