segunda-feira, junho 18, 2007

Há mistério em quase tudo...

O que não tem explicação, ninguém precisa explicar.
E as coisas findas?
E as coisas findas?
E as coisas findas?
Eu sei das infinitas,
que fincam
e ficarão.
Talvez a eternidade exista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sintaxe à vontade: