quarta-feira, maio 07, 2008

Préférence (com sotaque francês)

O cheiro de novo
Na roupa e no sexo
Embaçando os odores velhos
Das idéias vencidas.

O toque leve dos dedos,
As palavras mansas
Querendo ser os berros
Mais intensos,
As unhas querendo
Rasgar mais que os panos,
Mais que a pele...
Vontade de arrancar
Junto com o gozo
A tal verdade visceral
Que me contam,
Em sussurros ensurdecedores,
Os seios pulsando forte – juntos.
E depois de suor, suspiros,
Banho, abraço e mil carinhos,
Te vestir de boneca,
Te pintar o rosto feito porcelana
E te ver distante,
Os passos tão firmes
Das pernas que sei tão frouxas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sintaxe à vontade: