sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Insomnia Scriptum

Uma espécie de insônia resultante de uma espécie de cansaço que não se deixa vencer se for para ver você dormindo entregue. Como uma rima boba, como uma música já feita e um momento que por se repetir não perde o sabor de novo, o sabor do gesto, ainda que imóvel.

Todas as bobagens lidas ao longo do dia pairam um pouco na mente como uma saudade clichê e uma vontade de que possa ser um pouco mais outra coisa - e a tal não vocação ou falta de vontade se confunde. Depois de feito, depois de fato, não adianta lavar o hábito que já grudou no corpo - por menos santa que seja a lingerie por baixo.

Um comentário:

  1. Você escreve tão bem, menina! Até me comove. Mas agora q vc apareceu aqui, fiquei constrangida a escrever... buaaaaaaaá! 'xapralá!

    ResponderExcluir

Sintaxe à vontade: