quinta-feira, março 23, 2006

Não sei dizer...

A vida é espontânea demais pro meu gosto às vezes. Já é bem antiga a história de que não adianta pensar como teria sido, mas muitas vezes é também inevitável. Moulin Rouge. The greatest thing you'll ever learn is just to love and be loved in return. Vontades movem a vida. Pode ser aparentemente impossível aceitar algumas vezes. O que estou pensando? Ah, eu estou acima de tudo vivendo. Eu sei que nos parece um fim dos tempos, mas há muita coisa pior no mundo. Coisas que talvez nem suportássemos. Hoje não há imagens. A gente deixa passar coisas e não adianta chorar depois. Lágrimas são diamantes e diamantes são the girls best friends. Hoje eu acordei com sono e sem vontade de acordar. Meu coração se divide em vários e quem poderá me entender? O Chapolin Colorado.
Eu ontem tive um pesadelo. Ontem à noite eu conheci uma guria que eu já conhecia. Já era tarde, era quase dia. A saudade é arrumar o quarto do filho que já perdi. E passam muitas meias, passam muitas horas. Tanto que chega um dia em que mudar a vida é uma questão de escolha. E abrir mão do que se tem não é opção. Se tudo passa, talvez você passe por aqui e me faça esquecer tudo o que vi.
Hoje eu acordei mais cedo, tomei sozinho o café com guaraná... A canção tocou na hora errada...
E eu já nem sei de que forma mesmo vc foi embora.
Entre por essa porta agora que eu não vou gostar de vc porque sua cara é bonita. O amor é mais que isso. Deixa de bobagem vem cá que eu estou aqui agora. Inteiro, intenso, eterno, pronto pro momento e você cobra. Deixa de tolice é claro e certo e belo como eu quero. O corpo, a alma, a calma, o sonho, o gozo, a dor e agora pára. Será que é tão difícil aceitar o amor como é? E deixar que ele vá e nos leve pra todo lugar... Como aqui. Será melhor deixar essa nuvem passar e você vai saber de onde vim, aonde vou e que eu estou aqui! Nunca foi tarde, começamos o fim, é assim. O melhor pra você, o melhor pra mim. Eu não voltaria mesmo e você bem podia ter ficado aqui. Mas agora é mesmo tarde. Preciso ir.

3 comentários:

  1. Oi,
    Letras de musicas nos fazem bem, cantar, escrever, se expressar...

    ...eu sempre me perguntei?
    Se você não suporta mais tanta realidade, Se tudo tanto faz, nada tem finalidade, Então pra quê viver comigo, o problemas é que Sempre são as mesmas desculpas
    E desculpas nem sempre são sinceras
    Quase nunca são...Sou um móbile solto no furacão...Qualquer calmaria me dá solidão...

    ...Amores são sempre possíveis.... sim....

    ou então...
    E cheguei exatamente onde algum dia
    Você disse que partia pra nunca mais voltar E eu já estava lá a te esperar sem dizer adeus

    mas eu tenho certeza...
    Essa é a última solidão da sua vida
    Aproveite e cure a última ferida
    E nunca mais solidão

    mas o pior de tudo é...
    Como ir e vir?
    Como não sentir?
    Quando vou sorrir enfim?
    Se ela não me encontrar
    Quem vai pintar as canções
    Que desenho em mim?

    parei por aqui...por enquanto...

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Gostei de suas reflexões sobre o Sabino e estou gostando do blog também. Sou lá da comunidade do Fernando Sabino, te adicionei no msn, pode ser? Até!

    ResponderExcluir
  3. I love your website. It has a lot of great pictures and is very informative.
    »

    ResponderExcluir

Sintaxe à vontade: