terça-feira, julho 12, 2011

a loucura tá sempre aqui
a loucura tá sempre aqui
faz vinte e dois anos
talvez mais
os olhos que ficaram esperando
derretendo
envelhecendo
enverrugando
criando olheiras
todos os dias
todas as noites
todas as luas
todas as tonteiras
náuseas gozos fomes glórias fracassos imagens discursos fumaça trago papel teclado música palavra silêncio mágoa estrago sílaba sentimento companhia solidão boletim aula prova plano de responsabilidade mudança cozinha faxina lixo lá fora ônibus busca perda encontro etiqueta flerte fresta festa flecha cerca ponto ponta beco banco curso exercício filme livro disco chuva sol verão
a loucura tá sempre aqui
.

Um comentário:

Sintaxe à vontade: